Noivas de SP, anotem na agenda.  Dia 25/05 acontece o I Wedding Meeting com a presença de muitos fornecedores bacanas. Será um dia inteiro para você poder trocar ideias, experiências, aprender mais sobre as opções para seu casamento. E eu estarei lá às 19:00h mediando o talk show. Conto com todas vocês! A entrada é gratuita, pede-se a doação de leite em pó para a entidade beneficiada do evento, o GRAACC.

Mais detalhes, acessem o site: http://www.weddingmeeting.com.br | Inscrições pelo site ou telefone (11) 3895-1822

converse com a gente
 0      0        0
DEIXE SEU comentário
5 Comentários
  1. Mari e Eder, disse:

    Mais um que vou perder,…
    mas vai ter um aqui em BH otimo…depois te conto!!!
    bj

  2. Aline, disse:

    Olá fernanda! Parabéns pelo site, sempre venho aqui dar uma olhadinha e você sempre tem algo bonito e de muito bom gosto para compartilhar. Gostaria de saber se você tem agendado para este ano algum evento em Curitiba, moro numa cidade próxima à capital, e adoraria participar de um evento sobre casamentos que contasse também com sua presença. Espero ter novidades sobre sua vinda ao Paraná.
    Beijos,
    Aline

  3. Eliza Alves, disse:

    Que legal!Como gostaria de participar, estou iniciando a organização do meu casamento….pena que vou perder!
    Espero que essa idéia chegue em Ribeirão Preto.
    Seu blog é ótimo!Estou amando.Parabéns!

  4. Larissa, disse:

    eu vooooou !!!

    beijinhos Fê ! nos vemos lá !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Vocês conhecem o evento Degustar? Eu adoro o lema: gastronomia, decoração e coração. Imaginem os maiores nomes da gastronomia de festas em parceria com os mais criativos decoradores, criando mesas que são pura inspiração para sua festa. É uma oportunidade de degustar os docinhos e comidinhas e ter uma nova visão de decoração de eventos. E oportunidade de ajudar também, já que o Degustar é pautado na responsabilidade social e ajuda as crianças do Projeto Quixote.

Dia 17/05/2011, às 19:15h. Compre seu ingresso aqui. Nos vemos lá!

converse com a gente
 0      0        0
DEIXE SEU comentário
3 Comentários
  1. Erika Fiore, disse:

    Já vi lindas fotos desse evento, pena que é tããão caro para entrar! R$ 250,00 !!! Um absurdo na minha opinião…

  2. Lidianne Sales, disse:

    já estamos (minha mãe e eu) em SP aguardando o evento! e o evento casar tb!!! tenho certeza q a qualidade e a ajuda compensam o preço!
    noiva em cólicas pra ver tudo!!!
    beijos Fer!

  3. Adriana, disse:

    Ola!!! Adoro seus post`s e vejo quase que diariamente… sou uma noiva ansiosissima!! Me inspiro muito por aqui… Procurando algumas coisas em seu site, observei essa edicao no espaco Vila Lobos. E nao acho muita coisa a respeito desse espaco para realizacao de casamentos.
    Isso por que ele e novo, ou nao e um bom lugar para casamentos???
    Agradeco!!
    Bjus e obrigada pelo que vejo por aqui!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Na sua opinião, o que é essencial para um casamento dar certo? Você acha importante o casal ter o mesmo senso de humor, dar gargalhadas juntos, além de amizade e paixão? Você acha afinidades importantes ou você acha que os opostos podem dar certo?

Recebi a pergunta acima no Formspring e como lá o espaço para responder é pequeno, resolvi que o tema iria virar post! Mas principalmente para todas vocês poderem opinar nos comentários também.

Não existe uma fórmula única. Cada casal é de um jeito, cada casal cria a sua história de amor com final feliz.  Eu gosto do balanceamento disso tudo que foi perguntado. Acho importante sim ter afinidades, curtir junto seja a mesma forma de pensar, mesmas experiências, estilo de vida, mesmo restaurante, mesmo hobby, seja o que for… e dar risada e amar tudo isso juntos. Mas as diferenças também são positivas. Num casal, uma pessoa complementa a outra. Eu sou mais impaciente e agitada. Meu marido é mais tranquilo. Vocês não imaginam o quanto dessa tranquilidade dele me traz paz e me torna uma pessoa melhor. A gente não tem os mesmos gostos sempre, nem mesmas opiniões em tudo. Um exemplo simples: ele adora ir ao cinema muito mais do que eu. Eu não gosto nem um pouco de filmes violentos, por exemplo. Então quando ele quer ver um filme que eu não quero, a gente combina um horário, ele vai ao cinema ver o filme e eu arranjo outra coisa pra fazer. Simples assim. Não precisa ser grudado, é importante respeitar a individualidade, o espaço e as vontades da outra pessoa.  Enfim, é tudo um balanço… temos afinidades, temos diferenças. Aproveitamos juntos as afinidades, respeitamos o outro nas diferenças. E assim os dias vão passando, sabendo que é com essa paz, amor e respeito que viveremos todos os dias de nossas vidas.

Na minha cozinha tem uma lousinha. Ontem ele escreveu: “Aqui tem o casal mais feliz do mundo”. Eu não vou apagar até ter uma ideia de frase mais bonita ainda, porque é impossível não abrir um sorriso todas as manhãs.

E vocês, como é a fórmula de casamento feliz de cada uma? O que responderiam para a leitora acima?

 

converse com a gente
 0      0        0
DEIXE SEU comentário
67 Comentários
  1. Tamara, disse:

    A Fernanda sempre tem as palavras certas né gente! Eu concordo plenamente com o seu post, balancear é o segredo, respeitar a vontade do outro, cativar a pessoa que estará ao seu lado todos os dias, mesmo que com coisas simples, essas são dicas infalíveis. Em um casamento tem que existir a essência dos noivos, aquilo que faz com que os corações batam mais acelerados, olho nos olhos e muito carinho e respeito, daí tudo dá certo.

  2. AnaCarolina, disse:

    Bom dia Fer!

    Adorei o post de hoje, pois o casamento é muito mais do que uma cerimônia, a festa…o dia. Meu pai diz que o casamento começa mesmo após a lua de mel, qdo acordamos na nova cama, na nova cama e vemos que somos só nos 2 ali.
    Concordo com tudo que vc disse. Nunca gostei de namoros grudados, gosto de fazer algumas coisas sozinha e tem hora que eu quero companhia. Acho que meu noivo tbm.
    Início de casamento é dificil, mas qdo a gente conhece de verdade a pessoa que estamos casando, fica mais fácil até equilibrarmos os gênios..rsrs
    Qdo há amor..não tem discussão!!!
    Love in the air!

    Feliz dia Fer!
    Beijinhos!

  3. Renata Cruz, disse:

    Fê, bom dia!

    Ainda não sou casada, namoro há 5 anos, mas há 3 meu noivo acampa na minha casa, o que torna o namoro um pouco mais intimista!

    Somos super diferentes! Ele uma calmaria, eu uma agitação só! Eu quero praia e ele fazenda! Ele está sempre certo e eu também! Mas, aprendemos (com o tempo e muita paciência) a ensinar o outro a gostar das mesmas coisas! Aprendemos que nem sempre ter razão nos trará felicidade! Aprendemos, principalmente, a ceder!!!

    Para mim, o segredo de um bom relacionamento é a tolerância!!! Junta com carinho, atenção e respeito o relacionamento tem tudo para ser eterno!!!

    Sem falar do equilíbrio financeiro, porque a falta dele abala a estrutura de qualquer relacionamento. Por isso acho que antes de casar esse assunto tem que ser discutido e muito bem resolvido para que não tenha surpresas desagradáveis logo no início do casamento!

    O amor faz bem à saude! Ame, beije e seja feliz!!!

    Bjokas…

  4. , disse:

    Eu assinaria embaixo e grifaria a palavra INDIVIDUALIDADE.
    Grifaria também a palavra RESPEITO.

    Estar sempre junto é uma coisa. Assumir a identidade um do outro é outra bem diferente.
    Tenham seus espaços, seus momentos, suas caixas de emails e perfis no Facebook (ou qualquer outra mídia social) separados.
    Um casal é a união de 2 seres individuais, cada um com seu DNA, seus próprios pensamentos.

    Acho que para ser feliz no casamento é essencial que exista esse respeito à individualidade e ao mesmo tempo, a cumplicidade da amizade e do amor.

    Belo post, Fê!

    Beijos!

  5. Leticia Rocco, disse:

    Oi Fernanda! Concordo 100% com tudo que você escreveu. As afinidades devem existir sim, elas fazem com que os bons momentos e boas memórias aconteçam. Já as diferenças só são positivas quando conseguimos aprender algo com elas e quando existe respeito para entende-las. Eu e meu marido somos extremamente parecidos em muitas coisas, mas também extremamente diferentes em outras.
    Me casei muito nova, mas há 6 anos estamos juntos e durante esse tempo percebemos como mudamos para melhor nossa forma de viver a vida pois absorvemos um do outro o melhor que há nas nossas diferenças. Mas o mais legal de tudo isso é que nunca existiu drama para isso acontecer, foi um processo natural, por isso que há 6 anos também somos “o casal mais feliz do mundo”. Sem respeito, não existe afinidade ou diferença que construam uma relação saudável!! Um beijo, Lê.

  6. Gabriela Santos, disse:

    Oi Fe, bom dia meninas… Nossa Fe, concordo com a Tamara, você sempre tem as palavras certas na hora certa… rs
    Concordo com tudinho, acho que para qualquer relacionamento, seja ela de amor, amizade ou até mesmo de familia, pai, mãe e irmãos, tem que existir o respeito, o carinho, a cumplicidade, saber ouvir, saber falar (existe varias formas de se falar a mesma coisa, sempre procurar falar de um jeito que não machuca o outro), e é isso basicamente, saber lidar com as diferenças e sempre dialogar, acho muito importante sempre expor o que acham e tentar entrar em um acordo. É isso.

    Beijos… Tenham um ótimo dia!

  7. Dani Freitas, disse:

    Casamento feliz é tudo isso que você falou e principalmente RESPEITO! Desde q casamos temos um pacto. Não importa o motivo da briga, jamais falamos coisas ofensivas ou palavrões, acho q isso acaba com o respeito! Até pra brigar tem q saber como! Agora oq eu mais gosto no meu casamento é q nós sempre rimos e nos divertimos muito juntos! Até nas situações adversas a gente sempre acaba rindo! Acredito mesmo quando dizem que a gente tem q casar com uma pessoa que faça a gente rir! Bom humor e AMOR são tudo!!!
    bjs

  8. Ana Lúcia, disse:

    Bom dia Fernanda! Adorei o post…Faz a gente refletir sobre a importância do casamento…
    Também não sou casada mas namoro há 7 e pelo menos alguma coisa já dá para ter idéia.rs As diferenças devem sim ser preservadas, juntamente com a individualidade. Acredito que o casalassumindo isso, já é um ótimo começo para um casamento feliz.
    Bjs

  9. Poliana Vanúcia, disse:

    Fê é dificil equacionarmos o casamento, pelo contrário não existe fórmula.
    Eu penso que deve existir muito diálogo e respeito, sem falar no óbvio que é amor amizade cumplicidade… etc. Eu e meu marido tb somos bem diferentes, mas nos completamos em muita coisa e em outras não…ex: ele não é romântico! Mas isso não me frustra ou me faz infeliz, não espero dele … eu faço, pois se ele tem essa “deficiência” nessa área, eu completo isso…No dia do nosso casamento a música da nossa dança foi aquela do Jota Quest: “…Amar não é ter que ter sempre certeza é aceitar q ninguém é perfeito pra ninguém…”
    Então no meu ponto de vista não existe fórmula, mas amor e respeito. Bjocas

  10. Kênia, disse:


    Acho que tudo já foi dito! Você disse muito bem sobre a diferença de cada um se tornar um complemento do outro. Vivo isso várias vezes ao dia!!! rsrs

    A Renata falou bem sobre o equilibrio financeiro.

    O que eu acredito que faz funcionar é: cada um querer que dê certo e se empenhar por isto, é a cumplicidade e amizade (pq no fima da vida é o que resta de mais valioso), é beijar sempre e muito, é o respeito entre os dois sobre qquer assunto que seja, é a paciência uma virtude a ser exercitada todos os dias por ambos, é o perdão, o carinho, admiração!!

    amei a pergunta e todas as respostas!!!

    beijos e beijos

  11. Say I do, disse:

    Fe!!
    Eu tbm sorri e me emocionei qndo vc falou da frase da lousinha!
    Acho q temos sim q ter a nossa individualidade, mas tbm precisamos, os dois, ceder para a preferencia do outro de vez enquando! Senão, a pessoa achara que cada pode fazer sempre as coisas separadas um do outro! Aí, eu já não concordo!!

    http://www.sayido.com.br !!
    Bjs

  12. Silvia, disse:

    Ai Fê, parece que esse post caiu do céu na minha vida! Estou há 2 meses do casamento e tenho certeza que nos amamos demais e nos respeitamos também, no entanto, nessa fase final de preparativos temos brigado tanto tanto tanto que estamos pensando em desistir de tudo. Ele mora em outra cidade, o que dificulta mais ainda as coisas…muitas pessoas me falam que é normal brigar nessa fase, mas às vezes acho que não é e que, por mais doído que seja, é melhor acabar tudo antes de casar. Me ajuda rs

  13. Sammia, disse:

    O meu segredo é a diversão. Nos divertimos muuuuito juntos. Tudo vira tema para um bate papo e um sorriso. Fora que temos quase todos os mesmos gostos e quando há gostos diferentes, usamos isso para fortalecer a união pois cada um traz uma expertise nova pro relacionamento, ensinando ao outro sobre seu gosto.
    Enfim, relacionamentos a dois são só a dois. Cada um sabe o que ajuda a fortalecer o amor para sí. Mas, se eu pudesse dar um conselho eu diria: Divirtam-se MUITO juntos. Saiam, vão ver uma comédia, assista seriados engraçados juntos e façam o possível para gerar um sorriso no rosto do outro, todos os dias =)

    Beijos!

  14. Dalila, disse:

    Disse tudo e me encaixei em tudo que vc disse! Apesar de não ser casada ainda heheeh Bjocas

  15. Mariah, disse:

    Fer,

    Concordo com o que você disse! Sou casada há quase um ano, e apesar de ter namorado 5 anos antes disso, tivemos sim alguma dificuldades no inicio do casamento. Acho que a decisão mais importante que tomamos foi de nunca guardar nada pra você mesmo. Se vc não gostou de alguma atitude, converse com o outro e já resolva por ali mesmo. Veja quem vai ceder no que, e como vão melhorar para que essa atitude não magoe mais ninguém. Acredito que isso que falei entra também no que todas estão falando de respeito. Acho q o respeito é essencial em qualquer relacionamento. Enfim, diálogos e individualidade são essenciais mesmo. Não podemos viver nossa vida só para o parceiro, temos que reservar momentos para nós!
    E já que frases entraram no tema, no nosso convite de casamento dizia assim:
    “A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que você é, ou melhor, apesar daquilo que você é” Victor Hugo

    Beijos e bom dia a todas!

  16. Mari Galan, disse:

    Ótimo post Fê.
    Vou completar 6 meses de casada e mesmo tendo namorado 10 anos, a vida de casada é completamente diferente. É você e ele e mais ninguém agora. Vocês se escolheram pra passar a vida a vida toda juntos e na vivência do dia a dia aprendemos a respeitar. Se pudesse resumir em 2 palavras, eles seriam: respeito e cumplicidade. Deve-se respeitar a vontade do outro, respeitar momentos ruins e ser cúmplice, estar ali, pro que der e vier. Nos momentos ruins, saber que aquela pessoa vai estar lá em casa te esperando e só ela vai te entender, só ela vai fazer você rir no momento da “desgraça”. Nos primeiros meses foi difícil encontrar sintonia, agora, já estamos na mesma vibração, parece que dançamos juntos conforme a música, sem um errar o passo. E se errar, paciência, começamos outra vez. Isso é casamento, união, respeito e cumplicidade. Rir também é importante, alivia a alma e faz bem a saúde!
    Beijos,
    Mari

  17. Lili, disse:

    Fê, eu concordo com tudo o que você falou.. é isso mesmo, cada casal é um e o respeito e as afinidades tem, cada um, o seu espaço no relacionamento.

    É importante perceber que você se importa com o ele e que ele se importa com você, para mim isso vale mais do que repetidos “eu te amo” (não que eu não goste de ouvir.. rs), mas eu sempre fui de valorizar mais as atitudes do que as palavras e fico feliz a cada gesto de cuidado e carinho que recebo do meu noivo. Na última semana, por ex, meu noivo recebeu uma proposta de trabalho muito bacana mas que incluia uma agenda cheia de viagens.. depois de analisar a proposta, ele me disse que recusaria porque nós vamos casar e ele quer ficar em casa comigo, não quer me deixar sozinha e sim curtir o nosso casamento. Para mim, foi como uma declaração de amor.. sem que ele mesmo percebesse que a fez. Fiquei tão feliz!

    Por isso, eu prezo muito o foco no motivo pelo qual eu quero ter uma cerimônia e festa lindas, como eu sempre sonhei.. acho que algumas noivas esquecem o principal, que é celebrar algo que está só começando! Esses dias meu noivo me disse que ficou pensando em com o que eu me empolgaria depois do casamento, já que hoje eu me empolgo muito com os preparativos e com a decoração do nosso apto.. eu respondi que a empolgação que ele vê é toda pelo que vem depois! Toda a minha ensiedade é pela nossa vida de casados, pela espera em poder acordar todos os dias ao lado dele, pela família que vamos começar e tudo o que vem depois da festa. Para mim, é isso o que importa!!!

    Um beijo, Lili.

  18. Tati - Blog 27 vestidos, disse:

    Oi Fe!
    Além de concordar com tudo, colocaria ainda que a ADMIRAÇÃO mútua é muito importante! Não importa o motivo da admiração, mas no casamento, temos que admirar a outra pessoa. Até porque normalmente admiramos aquilo que não temos ou que gostariamos de ter mais. Como você colocou, a tranquilidade do seu marido. Eu coloco aqui, a força e esforço do meu! Admiro-o muito, assim como ele me admira por outros motivos e isso nos faz sempre crescer. Acho que as diferenças sempre existem, não basta vê-las é preciso admira-las!

    Beijose obrigada pela oportunidade de sempre gerar discussões gostosas e saudáveis!

  19. Paula, disse:

    Fê, amei suas palavras,concordo com td q vc disse!! Eu e meu noivo também temos afinidades e muitas diferenças. Gostamos de fazer muitas coisas juntos, mas acho que ninguem nasceu grudado. Eu amo correr e ele não gosta, qdo corro finais de semana, saio cedinho enquanto ele ainda dorme, depois chego com um cafezinho da manhã na cama pra ele. Ele ama cavalos e eu ja não gosto tanto assim, às vezes o acompanho nas cavalgadas, as vezes arrumo outra coisa pra fazer. Respeitamos um ao outro e espero que assim nosso casamento de certo e que sejamos felizes para sempre…rs

  20. Juliana, disse:

    Que fofos! Eu quero uma lousinha pra mim tb!!

    Acho que o casamento é uma luta diaria e eterna pelo respeito e educação com o parceiro. O casal precisa entender que o casamento é como um jogo, mas eles estao ali pra jogarem juntos como parceiros e não um contra o outro marcando pontos. Diferente do que a gente escuta da maioria dos casados infelizmente.

    Beijos Fe, adoro seu blog!

  21. Say I do, disse:

    SILVIA!
    ( Fe , tomei a liberdade de dizer algumas palavras a ela)!
    Eu estou a 24 dias do meu casamento!!! Vou te dizer uma coisa, nos últimos 6 meses, discutimos muito, muito mesmo! Meio que acertando os ponteiros antes do casamento!
    Analise bem de as discussões de vcs são produtivas ou apenas desgastantes, antes de tomar qq decisão precipitada!!

    http://www.sayido.com.br

    Bjs

  22. Hérica, disse:

    Oie

    Eu acho que cada casal tem seu tempero.
    No meu caso, acho que o essencial é saber ceder.
    saber quando se deve e quando não deve.
    Vc tem quer sabia para ceder algumas coisa, mas tbém não pode ceder em tudo.
    Por isso tem que ter sabedoria e conhecer muito o seu parceiro.

    Bjuss

  23. Jerusa, disse:

    Casamento é um convênio que duas pessoas fazem entre si e com Deus. É necessários as pessoas envolvidas respeitarem os convênios matrimoniais. Tenho certeza que Deus nunca descumpre a sua parte. Entretanto as pessoas hoje estão mais preocupadas com o evento “casamento” quando o evento e a sessão de fotos termina …parece que o amor esfria, a generosidade vai embora e tudo fica vazio.
    Entretanto quando realmente os noivos querem construir uma familia é um investimento para vida inteira.

  24. Char, disse:

    Oi Fer,

    Vi que você postou no twitter e achei o tópico interessante demais. Eu sou solteira, meus pais se conhecem desde os 5 anos de idade, namoram desde os 15 e estão casados há 36 anos. Eles são muito felizes e muito diferentes. Eu vivo reparando em como eles conseguem. O que eu aprendi?
    O que é muito importante para um é para os dois. Meu pai paga para ficar em casa mas se minha mãe quer muito ir em um lugar ele vai junto, por exemplo.
    Eles sabem identificar o que é relevante na vida deles e só discutem por essas coisas. O que é irrelevante é tolerado ou esquecido. Sem dramas.
    Eles conhecem eles mesmos e conhecem o outro. Eles se aceitam.
    E, claro, eles se respeitam e se amam muito. 41 anos depois que começaram a namorar eles ainda são apaixonados!

    Eu acho lindo! Fica a dica. Espero que daqui 40 anos seus filhos contem para os outros o que aprenderam sobre casamento feliz com vocês!

    Bjs

  25. Eliane Macedo, disse:

    Olá para todas,
    Realmente não existe uma receita, pra mim hoje tudo é muito fácil. Esse ano vou completar 5 anos de namoro, e nunca brigamos, não pq não temos problemas, sempre conversamos quando temos algum, aceitamos bem o defeito do outro, afinal mudar alguém é uma missão impossível. Respeitamos a individualidade do outro. Bom isso é um resumo bem pequeno, as vezes escuto alguns comentários desagradáveis, como “quando casar vai ser diferente”. Esse tipo de comentário acaba sendo indiferente pra mim, sei o quanto nós dois nos amamos e somos companheiros. Resumindo tudo, acho que não tem uma receita, mas é preciso aceitar as diferenças, ter paciência e amaaaaaaar muito é claro! =)

  26. Marcelle, disse:

    Realmente não é uma receita de bolo. Cada casal encontra sua fórmula! Eu tenho casais de amigos que me dão aflição pelo jeito estranho (para mim!) de expressarem os seus sentimentos. Eu, por exemplo, mesmo depois de quatro anos de namoro, não sei o que é pedir permissão para sair sozinha e detesto namorado meloso demais. Amo a relação que eu e meu amor construímos, pois existe respeito, compreensão e paixão. Ah, vale dizer que nós somos totalmente diferentes e damos muito certo, pois, como costumamos dizer, “nos equilibramos”. rs
    Mas quem disse que esse é o jeito certo de amar e que meus amigos estão errados? Seria pretensão pensar dessa forma, por isso, prefiro pensar que “para cada panela existe uma tampa” e que eu encontrei uma que encaixa perfeitamente em mim.
    Beijos!

  27. Luciana Bello, disse:

    Oi Fe,

    Quero te agradecer por tudo, tenho lido seu blog há mais de 1 ano, me caso sábado agora na Ilhabela e como viajo para lá ainda hoje essa é a minha última oportunidade de te dizer o quanto vc me ajudou com todos os seus post, fotos, indicações.

    Leio ele diariamente e acho que mesmo depois do casamento continuarei lendo.

    Quem me indicou seu blog há mais de 1 ano atrás foi o Lucas que trabalhou com você, filho da doceira Nilce Fontes.

    Bom mais uma vez quero te parabenizar pelo trabalho lindo que tem feito, toda a sua dedicação e cuidado com casa palavra escrita.

    Assim que as fotos estiverem prontas vou te enviar, vou ficar muito feliz se vc postar elas.

    Obrigada mais uma vez.
    Um grande beijo
    Luciana.

  28. Alessandra Fontoura, disse:

    Acho que fórmula mágica e que sirva pra todos não existe!! É claro que é importante ter afinidades, são elas até que aproximam as pessoas, mas somos únicos e por isso sempre tempos opiniões, gostos, percepções diferentes. As vezes mais, as vezes menos… Eu e meu marido temos a mesma graduação, compartilhamos alguns sonhos e quem vê de longe acha que somos iguais, mas somos na verdade completamente diferentes. Acho que pra gente o que faz dar certo é essa sensação de que sempre um está acrescentando algo positivo na vida do outro!! Bjooooooooooo

  29. Luciana Paola, disse:

    Bem, sou casada há um ano, mas já vivemos juntos há 2 anos e meio. Além das coisas que a Fernanda falou, pensando no dia-a-dia, acho que o mais importante é SABER QUE OUTRO NÃO ADIVINHA SEUS PENSAMENTOS! rs É muito importante falar o que se quer, pedir… Nós mulheres, especialmente, pensamos que há certas coisas que não precisam ser faladas, que são óbvias (especialmente na rotina de casa). Mas muitas vezes não é nada óbvio para eles… Simplifique sempre! E seja feliz!

  30. Elaine Castro, disse:

    De verdade… Desde que me casei (tem 4 meses) eu nunca mais soube o que era sentir “medo”.
    O casamento, acima de tudo, do bom humor, dos gostos semelhantes, do partilhar momentos, tem que oferecer segurança.
    Sabe aquela segurança de que ele sai, mas volta… De que você vai acordar e ele estará lá ao seu lado. De que se você cair, ele te levanta?
    Pois é… Sinto isso com meu marido e quando eu o olho tenho desejos lindos de “submissão” que nunca pensaria em ter. Acho que é muito difícil ser mulher moderna, trabalhar, ter seu $$, e não querer mandar! Somos mulheres e amamos mandar, dar ordens e decidir. Eu, como todas meninas que comentaram, somos agitadas e ansiosas. Isso é coisa de mulherzinha e do século XXI.
    Agora, ele já é bem diferente… Calmo, sereno, decidido, fala menos (bemmmm menooosss) e nas horas certas.
    Saber que o papel da mulher é diferente do papel do homem e que os “direitos iguais” não cabem dentro de um casamento cristão é um desafio que tenho vencido a cada dia.
    As pessoas acham que submissão é servidão e escravidão. Mas não é nada disso… é simplesmente aceitar sua posição de mulher e de vaso frágil. Depender da aprovação do seu marido para que suas áreas da vida andem bem é outro desafio. Estou aprendendo a lidar com isso e quando olho pra ele, me sinto segura e amada… Fico apaixonada a cada dia mais!

  31. Larissa, disse:

    Acho que vc tem total razão em tudo que disse nesse post a respeito de relacionamento no casamento, eu não casei ainda, caso em março do ano que vem, então, as vezes eu escuto cada comentario desagradavel sobre “o casamento” como por ex. que é dificil, que vai rolar muita dificuldade, que nao é tudo conto de fadas etc. Eu acho isso muito relativo, depende muito de cada casal e das condições que esse casal esta levando pra esse casamento, duvido muito que seja isso tudo que algumas pessoa “pintam”, por que te pasam ate receio, medo, desconfiança se isso é o melhor a ser feito. Acho que pra mim o mais dificil vai ser me separar do continho de casa, do colo da mãe e do conforto que meu pai me proporciona, que na verdade era o que mais o meu noivo tinha “medo” dele nao conseguir me dar o que eu tenho ate hoje, enfim, acho que isso tudo é bobagem, o casamento é pra ser fantastico e é pra ser pra sempre! Diferenças vão ter sempre e é NORMAL! BEIJOS

  32. Ge Martins, disse:

    Opa! Aí eu suuper concordo com a Luciana Paola hein!
    Mulher inteligente não espera ninguém adivinhar o que ela quer, porque ela se EXPRESSA! E ninguém, não é só o marido não, é NINGUÉM MESMO! As pessoas não são obrigadas a ter bola de cristal e vamos combinar que a gente descomplica beeem a vidinha né?!
    É a grande sacada da vida minha gente, pra mim é isso o que realmente diferencia o ser humano do macaco…rs, A BENDITA COMUNICAÇÃO. Por isso a gente tem mesmo é que se comunicar! Casal que diz ao outro com todas as letras (amorosas, por favor!) o que quer, e o que não quer, e deixa claro seus quereres e seus próprios limites, tem um bilhão a mais de chances de dar certo.
    Relação a dois, sem dúvida alguma, não tem receita pronta, mas que a comunicação e a transparência EVER nessa comunicação, são o pulo do gato para a convivência harmônica entre duas pessoas, lá isso é hein! Pelo menos comigo e o bem tem funcionado sempre!
    Bjs gatas, Bjs Fe (sua sábia linda!)

  33. Débora Cheruti, disse:

    !oxa, que tema bacana e super importante para ser comentado!
    Muitas coisas são importantes para o casamento dar certo, mas acredito que respeito, carinho e compreensão são os mais relevantes.
    Respeitar as diferenças e a individualidade de cada um fortalece a confiança e a união. Acho que carinho não significa ser meloso ou estar grudado, mas um gesto como o do marido da Fernanda é muito mais importante que andar junto o tempo todo. Compreender que o outro tem hábitos, sonhos e gostos diferentes é algo às vezes difícil mas quando conseguimos fazer isso, a vida flui muito tranquila.
    E claro, cuidar um do outro sempre, fazer um mimo quando possível, elogiar, ser fã do companheiro e rir muito juntos deixa a vida a dois muito mais gostosa.
    Beijinho!

  34. Sílvia Soares, disse:

    Fê…que coisa mais linda essa lousinha. Fiquei emocionada. Nada como simples e magníficas demonstrações de afeto.
    Parabéns!

    Quanto à pergunta da leitora, acho que você disse o que precisava. É necessário ter equilíbrio e saber ceder quando preciso. Ver a felicidade do outro também é muito gratificante, mas não se deve esquecer da própria felicidade, não é mesmo??

    Beijos!

  35. maira, disse:

    Eu que sou fã assídua do seu site, não podia de forma alguma deixar passar a limpo o post de hj.
    Concorco plenamente com o que vc “disse”…não há fórmulas pra se ter uma casamento ideal, acredito que o ideal é respeitar o outro acima de tudo, ninguém é igual como um parzinho de jarra, e são as diferenças de cada um que torna tudo encantador, mas acredito tb que o oposto até atraia, mas não dura, as pessoas tem que ter o mínimo de afinidade pra que as coisas dêem certo.
    Eu que me casei em Julho do ano passado, posso dizer que é uma das experiências mais gratificantes que viví até agora, confesso que não é fácil, mas com muito amor e respeito a gente faz dar certo todos os dias.
    bjo enorme

  36. Mauro, disse:

    Sou casado a quase 28 anos. Amo minha esposa ela é minha companheira, minha amiga, minha namorada, mãe dos meus filhos, avó da minha neta.
    E tudo isso se constroi com amor, respeito e tempo.

  37. Juliana L. B., disse:

    Oi Fernanda! Leio seu site há muito tempo, mas nunca escreví nada por aqui…rsrrs…mas hj eu tinha que escrever..
    Sou casada há 3 anos e namorei por 7 anos….
    Eu concordo com tudo o que vc disse no post, a individualidade é uma das coisas mais importantes num casamento. Mas acho que isso só acontece depois de um amadurecimento do relacionamento, pq o tempo muda as pessoas.
    Um casamento só dá certo se há respeito, compreensão, paciência, amor e principalmente se as duas pessoas tiverem os mesmos objetivos de vida. Quem disse que os opostos se atraem certamente não foi casada! Quando vc casa as afinidades se tornam maiores e isso faz o casamento dar certo.
    Agora se as diferenças entre as duas pessoas é grande, quando se casam tornam-se maiores ainda ,por causa da convivência e isso acaba com o relacionamento.
    Eu posso dizer por expriência própria que o casamento é uma coisa muito boa, principalmente se vc acordar ao lado de uma pessoa que te ame e te respeite. A convivência não é uma coisa fácil, mas o amor tem que ser maior que as brigas…
    Eu não troco meu casamento por nada nesse mundo!
    Bjs
    Juliana L. B.

  38. Aline Soares, disse:

    Oi Fer e leitoras !!
    eu nem preciso dizer que amei esse post né?! sauhsuhau
    é uma das minha dúvidas também e eu já até te perguntei no formspring. Confesso que também ouço muitos comentários negativos a respeito do casamento, tenho as vezes até medo do casamento de tanto que algumas pessoas falam mal do casamento. Mas a algum tempinho eu venho pensando que tudo bem que você viver ao lado de outra pessoa não é fácil, todo mundo tem defeitos e uma hora ou outra a gente as vezes acaba falando alguma coisa sem pensar principalmente pessoas como eu que sou muuuuito frágil e as vezes muuuuito nervosa, mas eu já parei pra pensar e não vale a pena ser assim, porque não adianta a gente descontar na outra pessoa nossos problemas diários, como por ex. um patrão que diz alguma coisa que você não goste ou as vezes algum plano que não deu certo e isso quando chega no fim do dia causa um temperamento mais ríspido, mas eu aprendi que é melhor compartilhar com o outro(a) que assim você tira a raiva de dentro de vc sem machucar a outra pessoa.
    Eu ainda não sou casada mas somos noivos, as vezes o namoro já é complicado pelo simples fato de os dois serem diferentes, mas que com o amor, o respeito, a compreensão, o carinho isso tudo faz com que as coisas sejam bem mais fáceis de se resolver.
    Como eu disse tanta gente fala mal do casamento mas vou citar um exemplo: meus sogros se casaram ela com 17 e ele com 21 anos, estão casados a 31 anos e eles se dão tão bem mas tão bem que eu não consigo ver como o casamento pode ser tão horrível assim. Eles sempre conversam e não brigam e vivem com um amor pelo outro que é uma coisa tão linda de se ver.
    Acho que as pessoas as vezes se casam mas acham que estão casando sozinhas e esquecem que tem uma outra pessoa do seu lado e por isso acabam vivendo de muitas discussões, não tem aquele diálogo gostoso de contar como foi o dia, das coisas engraçadas que aconteceu ou até mesmo das coisas meio chatas, e isso faz o relacionamento a dois ficar mais saudável porque um passa a confiar ainda mais no outro.
    Enquanto as pessoas acharem que conversar é brigar nada e nenhum relacionamento vai dar certo, pode ser a dois, na família, nos amigos, etc.
    Cada pessoa é de um jeito e nós temos que respeitar as diferenças pois assim vamos viver em paz.
    E acho que ainda mais importante que o amor que une o casal vem o RESPEITO E COMPREESÃO, com os dois o amor glorifica e cresce a cada dia mais forte e mais forte.
    Adorei o post, porque tenho certeza que muitas pessoas tem essa dúvida.
    BEIJOS.

  39. Dani, disse:

    Oi Fêr!!!

    Que declaração ao seu marido e ao seu casamento! Lindo!!!

    E acredito que a cada dia podemos fazer mais e mais por nossa vida a 2, sou noiva, ainda nâo moramos juntos, mas nossa rotina é de casados, é cada um na casa do outro, com o tempo (entre 5 anos de namoro e noivado), construimos nossa vida, nos conhecemos, e construimos um relacionamento com amor, individualidade, respeito, carinho, amizade e so assim aprendemos que viver a 2 é uma constate diversão.

    O Post foi incrivel!!! Parabéns!!!
    Bj, Dani

  40. Vanessa Mendes, disse:

    Fê,
    Obrigada pelo post de hoje, vc não sabe como serviu bem para o momento que estou passando!
    Parabéns por ser essa pessoa tão especial e que sempre fala as coisas certas nas horas certas!
    Felicidades sempre no seu casamento!
    bjos!

  41. Nina Alves, disse:

    Fer,
    Adorei o post. Fiquei com lágrimas nos olhos com o recado da lousinha =D é o sonho de todas nós termos um casamento feliz, e pra isso individualidade é essencial.
    Eu aprendi com o meu noivo a respeitar o espaço dele, e a preservar o meu. Sempre tive namoros grudentos, de muito ciúme. Mas com meu noivo desde o começo foi diferente, e acho que por isso deu certo, sou uma pessoa relax, confio plenamente na nossa relação, e principalmente no meu sentimento por ele, pq hoje sei exatamente oq quero pra minha vida.
    Ainda não sou casada, mas temos 3 anos e meio de namoro “intensivo” (segundo a minhã mãe), pois ficamos juntos todo fds, e sempre procuramos adequar nossos gostos, e quando não dá, cada um faz oq programou e se encontra depois,sem crise! Respeito e confiança sempre.

    Beijos Fer!!!

  42. Ju Manduca, disse:

    Olá Fernanda! “Namoro” o Vestida de Noiva há 7 meses, exatamente quando fiquei noiva e descobri inúmeros blogs sobre o assunto casamento, mas isto tudo aqui foi amor a primeira vista!
    Abrir esta página é um compromisso diário, como escovar os dentes, checar e-mail, trabalhar, e terminar o dia na universidade! Nunca havia feito um comentário, mas hoje diante deste post tive que deixar o anonimato!rs

    Conheço meu noivo há 10 anos, mas aquele lance de cidade do interior, sabia seu nome, de que família pertencia, onde trabalhava e só, apenas “conhecidos”. Nestes 10 anos tivemos individualmente nossas experiências amorosas…eu namorei por 6 anos, e ele teve um namoro de 4 anos!
    Aqueles relacionamentos em que todo mundo olha e diz: NOSSA VOCÊS NASCERAM UM PARA O OUTRO! Mas com o passar do tempo descobri que, o que parecia afinidade era apenas o tal do hábito de ter alguém por perto.

    Estava solteira há 1 mes, tentando colocar as ideias no lugar, rs, quando reencontrei Roberto…aquele cara um tanto “estranho”, culto, que não gostava de festa, nem de futebol, que frequentava lugares bem diferentes dos meus, enfim, aquele homem que eu olhava e pensava: Não temos nada em COMUM!
    Bom, nem preciso dizer que ele pensava o mesmo a meu respeito!rs

    Mas tinha algo que nos despertava atração…e depois de inúmeras conversas ao msn, telefone e pessoalmente descobrimos que não éramos IGUAIS realmente, porque Deus nos fez únicos, mas o que faltava nele eu acrescentava, e o que faltava em mim ele acrescentava também…e foi então que descobrimos que éramos capaz de COMPLETAR um ao outro.

    E com apenas 4 meses (setembro/2010) de namoro NOIVAMOS, vamos nos casar no dia 01/10 deste ano.
    Não foi necessário longos anos de namoro para percebermos que temos RESPEITO um pelo o outro e que isto faz manter em pé qualquer relacionamento humano, seja ele qual for!

    E acredite Fernanda, hoje não frequentamos os mesmos lugares e nem temos os mesmo hábitos de antes, CRIAMOS os nossos lugares e DESPERTAMOS os nossos hábitos que, nos relacionamentos anteriores estavam escondidos.

    Não fazemos o perfil de casal grudadinho, mas simplesmente nos COMPLETAMOS!

    E que ASSIM SEJA \o/

  43. Erika, disse:

    AMOR, COMUNICAÇÃO, AMOR, RESPEITO, AMOR, CARINHO, AMOR, COMPREENSÃO, AMOR, CONVERSAR SOBRE AS CONTAS DA CASA, AMOR, RELEVAR ALGUMAS COISINHAS (COMO UMA TOALHA MOLHADA EM CIMA DA CAMA..RS), AMOR, PLANEJAR FILHOS, AMOR, CURTIR CADA MOMENTO, AMOR, VIAJAR JUNTOS, AMOR, COMEMORAR DATAS E TUDO O QUE TIVER VONTADE, AMOR, FAZER SURPRESAS, AMOR, AMAR ANTES DE SER AMADO, AMOR, SERVIR AO OUTRO, AMOR, COMPARTILHAR DA MESMA FÉ, AMOR, PACIÊNCIA, AMOR, DORMIR ABRAÇADOS, AMOR, “AMOR”, AMOR E MAIS UM POUQUINHO DE AMOR…

  44. Alline de Souza, disse:

    Oi Fe
    Gostei muito do post, porque nem sempre sabemos como é depois da festa…rs
    Posso dizer que é tudo o que disse e mais, depois de 10 anos casados, percebi que o amor se transforma, assim como nós mesmo e em pouco tempo vc se surpreende com alguém que não foi quem vc casou, mas que ama como sempre amou e isso para mim é amor.
    Nós não amamos só os costumes em comuns, as qualidades, os defeitos…….mas amamos a alma do outro e não importa o quanto o tempo passe ou como mudamos, as nossas almas sempre se amarão, acho que é esse o significado de ALMAS GÊMEAS!
    E foi por isso que comemoramos as nossas Bodas de 10 Anos..rs

    Ah não esqueci das fotos, selecionei e enviei para o fotografo diminuir a resolusão, ai te mando o mini video tb, esta lindo!
    bjs

  45. Lidianne Sales, disse:

    oi Fer e meninas!
    cada post tão lindo q tô aqui super emocionada!
    caso em novembro e quero trazer tudo isso q vcs disseram pra nossa vida à dois! estou ansiosa pra festa mas estou mais ansiosa ainda pra dividir meus dias com o homem q Deus escolheu pra mim!
    AMO seus posts!
    AMEI a história da lousinha e eu não apagaria a frase NUNCA!

    beijos!
    Lidi

  46. Talita Ginani, disse:

    Fer… que post incrível, vc sempre tem as palavras certas nas horas certas.
    Concordo plenamente com tudo que disse, acho que cada casal é um e que um casamento é pacto feito entre duas pessoas que se amam e que querem ficar juntas a vida toda. Eu não sou casada, amanhã faço 4 anos de namoro e casamos ano que vem, e vou te dizer que esses 4 anos foram os melhores da minha vida, não somos iguais, pelo contrário, somos bem diferentes, ele é meu equilíbrio, meu complemento; sou bem agitada e impaciente, aliás imediatista, quero tudo pra ontem… mas durante esse tempo fui melhorando sem perceber, fui assemelhando a sua paciencia, sua calma, sua tranquilidade e sua paz. Acredito que não existe receita para um casamento dar certo, cada pessoa é um ser único, que tem necessiadades, gostos, opiniões e que são educados de maneiras totalmente diferentes mas quando decidimos casar significa que as diferenças são minúsculas diante da vontade de ficar junto, de construir uma família, de construir uma história de vida com a outra pessoa e de fazer dar certo. Não acredito que as pessoas mudem, as pessoas melhoram, amadurecem, e eu tenho tentado fazer isso da melhor maneira possível. Casamento é um investimento que fazemos pra vida toda, e é indispensável ter amor, respeito, carinho, compreensão, paciencia e admiração pela pessoa que escolhemos passar o resto da nossa vida.

    Parabéns pelas palavras tão lindas Fer.. Bjs

  47. Jane, disse:

    Jeitinho no falar sempre.
    Nao reclamar de qualquer coisinha.
    Ter senso de humor.
    Resolver todas as brigas antes de ir dormir. Jamais dormir brigados.

    Fora as coisas obvias, ne? (amor, respeito, carinho, afinidades e etc)

    Beijos!

  48. Bárbara Proviette, disse:

    Fê, adorei o tema do post e concordo plenamente com o seu comentário. Cada um encontra a melhor forma de viver um relacionamento. Mas acredito que como tudo na vida, o caminha está no meio termo. Devemos aproveitar as afinidades e respeitar as diferenças. Acredito que o fator mais importante para manter um casamento é respeito com o outro, sem respeito não há amor que resista. É importante respeitar principalmente a diferença, o que é o mais díficil.
    Beijos

  49. Juliana, disse:

    É Fe, eu acho que um casamento feliz é baseado em cumplicidade, respeito e admiriação, se você não admirar o outro, não tem amor que sobreviva, logo que começamos a namorar, meu atual marido escreveu: “Passei tanto tempo por aí, procurando minha perfeita alma gêmea, mas nunca achei que estivesse no oposto o pedaço que faltava para o meu gosto. Passei tanto tempo por aí, procurando meu rosto no espelho e nunca pensei que até no espelho minha destra é canhota, meu coração é direito. Passei tanto tempo por aí, procurando uma cópia de mim e só agora entendi que o que precisava não era outro eu imperfeito, mas um imperfeito diferente que tivesse tudo o que me falta. Até em seu início, a eternidade é perfeita. Até em seus fragmentos a perfeição é eterna.” Diego Guerra

    =) E nossa perfeição só existe juntos, separados nos faltam muitas qualidades.

  50. Larissa K., disse:

    Pra nós, a fórmula que dá certo é amor, muito amor e respeito. Respeito de verdade. Nunca dormir a noite antes de resolver algum desentendimento. Ser fiel. Incluimos Deus na nossa relação. No fundo eu sei: Também somos o casal mais feliz do mundo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>