Quando minha irmã mais nova me ligou para falar sobre o chá bar da irmã do meio que irá se casar, tínhamos apenas um monte de ideias soltas. Faltava um tema, e eu sempre digo, com um tema tudo fica mais fácil. O tema tinha que combinar com os noivos e ser divertido para todos, não queríamos que os noivos passassem toda a festa pagando micos e abrindo os presentes. Queríamos cumprir o que é função de um “chá” antes do casamento: ajudar os noivos com utensílios para casa nova, interagir com amigos e famílias de ambos antes do grande dia e se divertir. No dia seguinte tivemos a ideia do tema: um bar. Não boteco. Um bar bem bacana. O bar de Marina e Daniel.

E assim foi o chá bar com tema Bar e Cocktails:

Entretenimento: Aula de Coquetelaria. Sim, tivemos uma aula de coquetelaria no chá bar! E esse foi o única programação para os noivos cumprirem, eles tinham que aprender a fazer direito os próprios drinques. O pessoal da Unique Bartenders ensinava e os noivos faziam. Depois todos os combinados puderam passar para o lado de trás do bar e aprender os segredos dos bons drinques.

Avental: Como o tema era bar, providenciamos um avental personalizado para os noivos, eles tiveram que vestir logo no começo da festa. A arte foi feita pela Carinhas Personalizadas com a receita de como fazer uma boa caipirinha e o nome dos noivos.

Decoração: a ilustração feita para o avental acabou sendo usada de base em toda a decoração. A Entrepaper cuidou de fazer porta copos personalizados, canudos, plaquinhas para os doces e salgados, tudo seguindo a mesma identidade visual. Nas mesas, apenas toalhas pretas, porta copos e balde de cerveja. Aproveitando o tema, alugamos grandes baldes de champanhe para colocar os sanduíches servidos. Na mesa de doces apenas peças pretas e as silhuetas de pessoas num bar, perfeitas para o tema!

Comes e Bebes: tinha que ser algo fácil e descomplicado para comer. Escolhemos 3 sabores de sanduíches embalados individualmente. Nas mesas eram servidos pratinhos com salgadinhos variados. Para beber, open bar de Caipirinha, Mojito, Sex on the beach e Lagoa Azul. Cerveja e refrigerantes.

Mesa de Doces: brigadeiros etílicos! Perfeitos para o tema e acabaram em segundos. Brigadeiro de cachaça, de vinho do porto, de bailey’s, de amaretto e tradicional, tudo da Maria Brigadeiro. E também os cupcakes feitos pela irmã mais nova para lembrancinhas.

Tradicional: também tivemos o tradicional fichário de receitas para os noivos (cada convidado tinha que trazer uma receita e podia ser de comida ou drinque, para colocarmos no fichário dos noivos) e um vídeo emocionante de depoimentos preparado pela prima Luciana.

E assim a festa rolou animada por 6 horas! As fotos abaixo são da Tata Carvalho, fotógrafa que o blog aposta bastante para quem gosta de mini wedding, comemorações cheias de charme e estilo vintage. Ela captou bem nosso clima de bar chique intimista e registrou tudo, como vocês veem nas fotos abaixo.

Fotos: Tata Carvalho Fotos | Ilustração Personalizada: Carinhas Personalizadas | Avental e Fichário de Receitas: Carinhas Personalizadas (em breve estarão disponíveis para compra no site da Carinhas!) | Porta Copos, Plaquinhas dos Sanduíches, Plaquinhas dos Doces, Canudos Personalizados: Entrepaper | Aula de Coquetelaria e Bar: Unique Bartenders | Aluguel dos baldes de champanhe, toalhas pretas, Silhuetas, pratos dos doces: D. Filipa | Sanduíches: Zest in the Box  ( Mini sanduiches de pernil confit com cheddar e molho dijon barbecue | Petites baguettes com rosbife, alcachofras grelhadas, mostarda Dijon e rúcula | Pãozinho rosetta com com provolone, calabreza italiana defumada, cebolas crocantes e aioli)| Brigadeiros Etílicos: Maria Brigadeiro (brigadeiro tradicional, cachaça, bailey’s, amaretto e vinho do porto) | Organização: todas as madrinhas e damas de honra do casamento

converse com a gente
 0      8        0
DEIXE SEU comentário
30 Comentários
  1. Paula, disse:

    Amei!! Como sempre vc e sua família com um super bom gosto!! Bjos

  2. Melina, disse:

    Oi Fê! Adoramos participar e adoramos a ideia… tenho certeza que esse chá vai inspirar muitos noivos! Já pode fazer um chá pós casamento nesse tema? ;) beijos!

  3. Bárbara Proviette, disse:

    Parabéns Fê!!! Fico de boca aberta com a sua criatividade e seu bom gosto!!!! Bjs

  4. Patricia diamantino, disse:

    Adorei!!!! Q demais… Acho péssimo aquela coisa cheia de brincadeiras e ninguém aproveita de verdade!!!
    Parabéns….

  5. Dalila, disse:

    Nossa, sensacional!!!!!! Como sempre, vou guardar este post pq pode servir de inspiração pro meu… Pq eu já cansei de chá com tema junino, de boteco, etc e talz…

    Amei as peças pretas, os brigadeiros, as silhuetas pretas… chique! :)

  6. Margella Marconcine, disse:

    Adorei a ideia dos noivos aprenderem a fazer os drinks!!! Diferente de só servir os drinks como parte do tema!! Parabens noivos!!

  7. Dalila, disse:

    Fê, de onde são as peças pretas e os baldes???

    • Fernanda Floret, disse:

      Oi Dalila, as peças pretas e baldes são da D. Filipa, loja de aluguel de material de festas. Beijos!

  8. Danielle, disse:

    Olá meninas,

    Adorei as fotos!

    E é isso que irei fazer no meu chá-bar! Só que temos 2 ambientes!Pois terá uma mesma de sinuca e pimpolim.
    Eu já trabalho com bartender e agora vou fazer um curso de brigadeiros,bem casados e macarrons…
    Então, irei colocar tudo em pratica!!!

    Bjs

  9. Tássia, disse:

    Oi Fernanda, encontrei seu blog agora e achei barbaro, parabéns!
    Me caso no ano que vem e vou acompanhar tudo por aqui
    todas as ideias para o chá bar foram perfeitas, mas nao gostei das fotos, o vintage é gostoso de se ver uma foto, já varias fica um pouco monotono.
    bjos

  10. Raquel Amorim, disse:

    Adorei todos os detalhes, principalmente a identidade visual e a papelaria!
    Tudo com muita elegância e bom gosto!

    Beijos

  11. Ana Carvalho, disse:

    Ficou sensacional!! Meu Deus, quantos mimos!!! Tudo lin-do!! Ah, não podia deixar de falar das fotos… maravilhosas!!!

  12. Ge Martins, disse:

    Ficou uma graça, hein?!
    Devia estar muito divertido mesmo!
    E a irmã consegue ser a sua cara, né?!
    Bjs.

  13. Luciana Bello, disse:

    Fe,

    Que festa linda, sua irmã é super parecida com você…
    Vc sempre arrasa nas festas…
    Estou criando coragem para voltar a ler seu blog, só não irei mais assistir os vídeos, não consigo.

    Mil beijosssss

  14. Michele Navega, disse:

    Ah, amei essas silhuetas! Ficaram o máximo nas fotos!!
    Bjs!

  15. Tata Carvalho, disse:

    Fê, ficou uma graça o post. A festa tava mesmo cheia de charme! Um beijo grande.

  16. Ana Lígia, disse:

    Oi Fe,

    Adorei a ideia!!! Tudo muito lindo … simples e criativo!!!
    Tenho que comentar que este mundo é realmente super pequeno, fiz o curso de pós-graduação junto com a sua irmã, há uns 2 anos!!!
    Leio seu site dia e fui descobrir no post que colocou do Noivas em Forma.

    E realmente a Marina é a sua cara!

    Beijos

  17. Viviane Dias, disse:

    Estou querendo uma ajuda! Estive procurando um caricaturista para estar presente no meu casamento. Gostaria que meus convidados levassem um desenho com suas caricaturas. Pensei nesta idéia como algo diferente, mas estou com medo que fique fora das expectativas de um casamento. Gostaria de uma opinião sobre isso, por favor Fer, me ajude!

  18. Carina Rosin, disse:

    Linda!!! Adorei ver a Marina feliz e com roupas normais…rsrs. Bjos,
    Carina Rosin

  19. Mariana, disse:

    Fernanda,
    Você é extremamente caprichosa e delicada nos detalhes.
    Seu trabalho é fantástico, estou enumerando algumas das ideias que peguei no seu site para te contar, como você pede em um dos posts.
    Quanto as silhuetas, foram vocês que as produziram? Eu gostaria muito de saber mais sobre elas, se possível.
    Um grande beijo, eu me caso em abril e vou torcer para nos encontrarmos até lá.

    • Fernanda Floret, disse:

      Oi Mariana, Obrigada pelos elogios! As silhuetas são de ferro e foram alugadas na D. Filipa! Beijos

  20. Tatiana, disse:

    Tudo muito legal!!!! Uma bebidinha sempre faz bem….

  21. Juliana Bório, disse:

    Fê que delícia de chá, os noivos são fofos, eu tive o prazer de conversar com sua irmã no Sarau, ela é uma graça e a sua cara! Ahhhh toda felicidade do mundo para eles! Eles estão lindos com carinha de apaixonados… que amor!!! Tudo de maravilhoso para estes dois! Mil bejios….

  22. Luciana Teixeira, disse:

    Que família talentosa! Tudo muito chique, bonito e ao mesmo tempo descontraído, não sei como vc consegue juntar tudo isso, mas é incrível! Vcs são muito caprichosas!
    Parabéns pelo lindo chá!! Organazição nota 1000!
    Felicidades aos noivos!!!

    PS: Não vejo a hora de ver esse casamento!!

  23. Gizelle, disse:

    Adorei as fotos. Muito talentoso esse fotografo. E os noivos também estavam lindos.

    Bjss
    noivaparacasar.blogspot.com

  24. ana paula, disse:

    Olá, queria uma dica: as peças pretas da mesa dos doces, principalmente o prato alto com a tampa dos doces, aonde eu posso achar???
    você pode me dar a dica?

    bjs

  25. Pingback: Carinhas para Marina e Daniel! – Carinhas Personalizadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Escolher as músicas para cerimônia religiosa é uma das tarefas mais difíceis para muitos casais de noivos. Por isso pedi ajuda para quem entende, o Coral Del Chiaro, que passou algumas dicas e sugestões de músicas mais pedidas para a gente.

Primeiro há de se levar em consideração o local da cerimônia religiosa. Igrejas normalmente só permitem músicas clássicas e sacras. Sempre pergunte para a igreja sobre as restrições do local. Se o seu casamento será fora da igreja, músicas modernas também podem ser escolhidas.

E também ter bom senso! Pode ser que aquela música que você acha a melodia linda tenha uma letra super baixo astral. Então se for escolher músicas temas de filmes ou da sua banda favorita, ter certeza se a letra é adequada ao momento.

Músicas escolhidas, veja se os instrumentos contratados com o Coral estão em harmonia com as músicas e com o todo: ambiente, tipo de celebração e acústica do local. Os profissionais devem te auxiliar nisso.

No site do Coral Del Chiaro vocês conseguem escutar várias trechos de músicas mencionadas aqui e outras. Clique aqui.

converse com a gente
 0      11        0
DEIXE SEU comentário
38 Comentários
  1. Tatiana, disse:

    Ecstasy of Gold eh do Metalica.
    Musica linda que meu noivo escolheu pra entrar \m/

    No nosso caso nao tivemos uma orquestra ao vivo e soh tem UMA versao que eu achei o maximo que eh a abertura do show que eles fizeram aqui em San Franciso em 1999.
    Como eu nao tive orquestra ao vivo o que eu fiz foi editar no ITunes somente a introducao da musica.
    Por causa do preconceito dos mais tradicionais nos nao falamos pra ninguem que a musica era do Metalica. Ja entreguei tudo prontinho na ordem pra ser usada no dia e foi um sucesso!!! Quem ja conhecia amou! E quem nao conhecia adorou tmb! Inclusive o pastor, a titia, a vovo …. hehehe

  2. Tatiana, disse:

    Mas tmb tem uma versao num estilo Coral que eh bonita !!!! Mas nao usei pq nao ia combinar muito com o maridao… E ele fez questao que fosse a versao do Metalica
    Na saida da igreja foi Time of My Life ( David Cook) que eu amooOoo!!!

    Achei tao dificil escolher as musicas fiquei horas na internet lendo comentario das noivinhas. Mas no final nao eh simplismente copiar o que o outro fez. e sim escolher musicas que facam sentido pra voce e o noivo ; )
    Na festa nos queriamos musica brasileira instrumental. Mas eu ja estava desistindo pq nao achava no estilo que eu queria. Na semana do casamento encontrei no YouTube o musico perfeito: Allan Abadia.
    Mas nao consegui encontrar suas musicas nem no ITunes nem em CD. Eu ADORARIA te-lo ao vivo na festa mas nao moro no Brasil e ja estava na semana no casamento… Fiquei desapontada ; (
    Pra minha sorte entrei em contato com ele e fiquei sabendo que estava em Studio gravando. Acredita que ele me mandou as musicas mesmo antes de serem lancadas??? Pra mim foi uma honra neh?! Fiquei tao feliz !!!
    Pra quer musica brasileira instrumental super recomendo !!!
    Esse eh o Facebook dele pra quer quiser conhecer melhor.
    http://www.facebook.com/people/Allan-Abadia/100001559150373#!/profile.php?id=100001167144894

    Pra quem tah indeciso sobre as musicas aconselho comecar pensar nisso logo! rs Pq pra mim essa foi a parte mais dificil do casamento`!

  3. Fernanda Spinassi, disse:

    Fê… amei!
    Você não sabe o quanto me ajudou!!!
    Meu casamento é daqui a 47 dias e vai ser (cerimônia + festa) na praia….
    Queremos só musicas que tenham a ver conosco, mas mesmo assim é dificílimo escolher e conciliar o clima/tema com os noivos.
    Aceitamos sugestões…
    Beijos

  4. Cherlen, disse:

    Fernanda,

    Você leu os meus pensamentos. Era tudo o que eu queria!!!!!

    Obrigada
    Bjim

  5. Roberta, disse:

    Gente, ouçam Pra Sonhar do Marcelo Jeneci!!! É maravilhosa pra casamento. Muuuuuitas noivas cariocas usam. Bjs!!!

  6. Liége, disse:

    Nossa, Fratello Solo, Sorella Luna é uma música linda, tema de um filme tão lindo quanto. Adorei! Muitas músicas lindas nessa lista. Eu usei Intermezzo da Cavalaria Rusticana, que acho maravilhosa, e tocou o tema de Love Actually na nossa saída! Para entrar eu usei uma música diferente, chama-se 503 e é da trilha sonora da Anjos e Dêmonios – parece que não é adequada, mas é, uma instrumental maravilhosa, deu um impacto perfeito na minha entrada. Outra música que acho linda é a que usamos nos cumprimentos, Never-Ending Road, da Loreena Mckennitt. A letra é simplesmente perfeita para casamentos, e a música é maravilhosa! Virou o tema do nosso casamento!

  7. Maria Antonia, disse:

    Oi Fer!!
    Nos teremos o Coral Del Chiaro e ajudou bastante as sugestoes do site deles. ;-)
    Bom, mas foi tarefa suuuuper dificil pois queria que tivesse a ver com agente, que as letras tb tivessem a ver com o momento e que o conjunto combinasse tb (as musicas entre elas)
    Nossa, foi uma tarefa dificil mas estamos cntentes! Vamos ver o resultado!!! ta chegando!!!

    Beijos!

  8. Mariana, disse:

    Casei em Maio, em uma igreja de Belo Horizonte. E não tive problema com as músicas. Escolhi uma a uma, eh uma parte muito gostosa dos preparativos. Pra vcs terem uma ideia do tanto que a gente queria que o nosso casamento fosse a nossa cara: saimos com a música “Is this love”do Bob Marley. E todo mundo amou!! Todos elogiaram a cerimônia religiosa, a festa, a minha entrada (que foi com minha mãe), buffet, DJ, noivinhos do bolo, etc. Mas uma frase era certa pra todos os convidados: “Amamos as músicas da cerimônia!!” E no filme, eh perceptível o quanto foi bacana, todos cantarolavam, se mexiam nos bancos da igreja…
    Coloquei abaixo outras músicas que tocaram, mas a dica eh: Faça do seu jeito, com o seu coração!
    Noiva: My Girl
    Noivo e padrinhos: All You Need is Love
    Damas: Somewhere over the rainbow
    Pajem (alianças): Sou eu sem você
    Assinatura nossa e dos padrinhos: Dia Branco, Velha infância, Amor I Love You e Céu de Santo Amaro.
    Como eh bom relembrar!!!!

  9. Marilia, disse:

    Você não sabe o qto eu estava precisando desse post!!!!
    Amei as dicas. Super obrigada!!! bjss

  10. Ingrid N, disse:

    No último sábado eu fui num casamento quem que a música das daminhas foi “in the jungle” ficou lindo.

  11. Evenim, disse:

    Mas e quem vai casar só no civil? Não tem musica? hahahaha

  12. Luciana Teixeira, disse:

    Excelente post!
    Eu vou me casar na igreja, católica, então não posso colocar músicas que não sejam religiosas, mas gosto de algumas músicas evangélicas e essas podem tocar, como Fernada Brum (Amar vc) e Bruna Karla (Que bom vc chegou)! São lindas e quero muito que toque no meu casamento!
    Obrigada pelo post, até salvei na minha pastinha!
    Bjoss

  13. Erika, disse:

    Luciana Teixeira, eu cantei “Amar você” da Fernanda Brum para meu amado na cerimônia do nosso noivado. Foi muito emocionante para nós e para todos os presentes. Toca no seu grande dia sim, é linda, não vai se arrepender!!
    Beijão

  14. Lorenza Pozza, disse:

    Olá Fernanda!
    Muito bom o post e as dicas de músicas! São realmente muito lindas!
    Muitos noivos dos casamentos que eu faço estão chegando com um repertório bem inusitado e diferente, com músicas bem originais! Acho bem legal também!
    Para as noivas que quiserem idéias, têm várias sugestões no http://www.harpaevoz.wordpress.com – fiquem à vontade!
    Beijos!
    Lorenza

  15. Mari, disse:

    Bittersweet Symphony???? Essa música diz que as pessoas são escravas do dinheiro até o dia de morrer… Credo, tem gente que escolhe mesmo entrar na igreja com essa música? Tem gosto pra tudo…

  16. Dani Freitas, disse:

    Fe, uma vez eu fui em um casamento em que tocaram “The Beauty and the Beast” na saída dos noivos… hahaha.
    PRESTEM ATENÇÃO NA LETRA, noivos.

  17. Aline, disse:

    Olá…post útilllll d+++…hehehe…Alguém consegue me dizer o nome da música que é tema do filme love actually??? Não consegui achar…se alguém puder me ajudar…Brigadaaaa…

    Bjim

  18. Ana Clara Brazolino, disse:

    Tenho uma sugestão que foi mto elogiada no meu casamento. Para a entrada dos pajens e daminhas usei a música Trenzinho Caipira de Heitor Villa Lobos, só instrumental. Vários convidados vieram me dizer que quando a música tocou as lembraças boas afloraram!! De fato é linda!!!

    Outra sugestão para a entrada das daminhas é uma música de Coroação de Nossa Senhora mta usada no interior de Minas, e normalmente a primeira que aprendemos a cantar. Não sei o nome, mas diz: “mãezinha do céu, eu não sei rezar…” Novamente, só a melodia, sem cantar a letra! Fica lindo tb!

  19. Cassia, disse:

    Obrigada Fer, este post me ajudou muito.

    Bjus!!

  20. Valdisia, disse:

    As minhas músicas serão:
    Entrada minha mae/pai do noivo: Eu sei que vou te amar
    Entrada dos padrinhos: With A Little Help From My Friends
    Entrado do noivo: à definir
    Entrada das daminhas: When you wish upon a star
    Entrada da noiva: Marcha nupcial
    Entrada alianças: Ave Maria
    Votos dos noivos: Come waht may
    Cumprimentos: The way you look tonight
    Saída: I can’t take my eyes off you ou Cruisin’

  21. Mila, disse:

    eu tenho uma dúvida, que não é relacionada propriamente com as músicas, mas sim com a entrada das pessoas: os pais do noivo e a mãe da noiva entram em que momento?
    outra coisa: um dos momentos com músicas são os cumprimentos, nunca reparei muito em outros casamentos, o que é isso? rs
    obrigada!

    • Fernanda Floret, disse:

      Mila, o pai do noivo entram com a mãe da noiva antes da entrada do noivo. O noivo entra com a mãe dele. Quando termina a cerimônia religiosa, após o beijo dos noivos, os noivos vão cumprimentar os padrinhos e pais que estão no altar, essa é a hora dos cumprimentos, e enquanto se cumprimentam, toda uma música. Beijos!

  22. Mila, disse:

    Obrigada, Fernanda!

    meu casamento vai ser todo baseado em dicas do seu site! você está me salvando!!

    bjks!

  23. célia, disse:

    quero ajuda na escolha das musicas. vou casar na igreja católica quero musica religiosa

  24. Tarcila Neri, disse:

    Estou adorando as dicas!! Este site está me salvando!!!

  25. Lorenza Pozza, disse:

    Olá pessoal!
    A Fernanda está sempre salvando as noivas :) Lindo site!
    Desde a última vez que entrei neste post já coloquei várias outras dicas de músicas no meu blog “Música de Casamento” – http://www.harpaevoz.wordpress.com. Fiquem à vontade! Beijos!

  26. Rita Moraes, disse:

    Estou nessa agora.
    Sei que quero a marcha nupcial e Ave Maria.
    mas o restante ainda não escolhi. QUero que tenha a ver conosco. Como tudo que tenho preparado e escolhido.
    Mas esse post ta me ajudando.
    Conheci a musica do Marcelo Jeneci,linda demais.
    Um abraço p todas

  27. Renata, disse:

    Oi meninas! Seria muito deselegante nao colocar coral na cerimonia e sim a musica original? Pode parecer estranho, mas nao gosto das versoes instrumentais que os corais geralmente fazem.
    O que fazer???

    • Fernanda Floret, disse:

      Renata, siga seu gosto pessoal. Em geral quando a cerimônia é na Igreja os noivos preferem coral. Mas quando é no próprio espaço de festas, muitos usam música mecânica. Beijos

  28. Lúcia, disse:

    Apesar das noivas, em geral, preferirem a marcha nupcial de Wagner para a entrada da noiva, eu prefiro na saída dos noivos (é empogante, alegre……) Já para a entrada da noiva prefiro a marcha nupcial de Mendelshon ( a 1a. parte é mais conhecida, mas a 2a. parte não é muito conhecida, é lindíssima e tem uma cadência maravilhosa para a entrada da noiva……). Fica a sugestão……

  29. Destinos para Casar, disse:

    Nossa, este site é uma inspiração com dicas e informações maravilhosas, nós também trabalhamos com Casamentos, mas focamos em Destinos diferentes para casamentos especiais, acho que além de músicas seria muito legal se vocês postassem algo sobre lugares para casar, caso achem a ideia legal, adoraríamos ajudar.

  30. Rafaela, disse:

    Noiva: Só tinha de ser com você
    Noivo: É você (exaltasamba)
    Minha mae/pai do noivo: pela luz dos olhos teus (era pra ser nao sei se erram e se nao me engano conitnuaram c a muscia do padrinhos)
    cumprimentos: completo (ivete)
    padrinhos: amor i love you/a outra agora falha a memoria.
    saida: velha infÂnica

  31. clarissa, disse:

    help meninas, quanto tempo pode ter cada musica?

  32. Yris Rachel, disse:

    Olá pessoal. Irei casar em novembro desse ano numa igreja católica muito tradicional. O padre já me falou que só aceita na cerimônia músicas católicas. Estou precisando de ajuda para fazer a minha seleção!
    Adorei o site, conto com vcs!!!

  33. andrea, disse:

    Someone Like You instrumental apenas. Vou pedir pra tocar no meu casamento, na hora das assinaturas!

  34. Larissy Campolina, disse:

    Olá!
    Fernanda, gostaria que tocasse “Diga sim pra mim/ Isabela Taviani” (casamento na igreja) música muito especial para meu noivo e eu, mas, não sei em qual momento seria bacana, pensei na entrada dele, já que eu queria entrar com com a Marcha Nupcial. Mas ainda estou com dúvida se ficará legal. O que você pensa?
    O que você acha, da noiva fazer declaração de amor ou da falar da importância daquele momento… ( seja o que for), na porta da igreja, antes mesmo de entrar?

  35. Alana Godoi, disse:

    Essa parte da escolha das músicas é realmente uma das mais emocionantes. Me casei no final do ano passado com uma cerimônia bem diferente do tradicional. Um casamento bem ao meu estilo e do meu marido, mais alternativo. Escolhemos uma cerimonia ao ar livre ao final de tarde em uma cidade histórica (Pirenopolis-GO).. em um casarão colonial e foi tudo muito lindo. A cerimônia foi bem diferente, pra começar com as musicas que foram todas ao som de reggae: Padrinhos entraram ao som de I´m Yoirs, meu marido entrou com Redemption Song do Bob Marley, minha daminha com Um anjo do céu e minha entrada com Is this love também do Bob…foi muito lindo e emocioante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Pode ser que você tenha optado por um mini-wedding, pode ser que tenha se casado no exterior, pode ser que teve que cortar da lista um monte de amigos seus, dos seus pais e seus sogros. Mas você não quer esconder seu casamento destas pessoas, o que fazer? É para isso que existe o cartão de participação. O modelo abaixo foi enviado pela Scards, que contou que tem feito bastante cartões de participação ultimamente. Devem ser enviados pelo Correio após seu casamento para as pessoas que não foram convidadas, com o objetivo de informá-los sobre o acontecimento e oferecer sua nova residência.  Podem ser como no exemplo abaixo, com os pais informando, ou podem ser o próprios noivos informando sobre seu casamento.

As pessoas que recebem um cartão de participação não precisam enviar presente de casamento, mas é sempre correto agradecer e dar parabéns aos noivos.

converse com a gente
 0      8        0
DEIXE SEU comentário
51 Comentários
  1. Viviana Fonseca, disse:

    Muito interessante, mas não fica indelicado?! Eu estou em um dilema nessa questão de convidados, pois a minha família não é grande, mas a do meu noivo é imensa e não temos condições financeiras para convidar todos. É triste!

  2. Marisa, disse:

    Ai gente, me desculpem quem gosta dessa ideia, mas achei horrível.
    Tipo “me casei e não te convidei”. Quando as pessoas recebem um convite de casamento, se sentem importantes, queridas de fazer parte. Já esse cartão dá ideia de que foram excluídos!
    Na minha opinião, acho melhor deixar quieto!

  3. Maria Carolina, disse:

    Fê, posso ser apedrejada, mas aqui no Brasil, sabemos que temos pessoas de tudo quanto é “tipo”. Aqui será que não vão ficar comentando, falando mal, coisas do tipo “não me convidou e agora vem com cartãozinho??”.
    Não sei, mas na hora que vi me deu esse receio.

    Beijos
    Carol

  4. Larissa Tita, disse:

    Esse costume na verdade é bem antigo! Meus tios e avós há tempos me contaram sobre isso e hoje sentem falta sim de receber esses cartões. Dizem que a juventude de hoje não entende de boa educação. Já os questionei assim: “mas não é mais mal educado avisar q casou e que não convidou ??”, e segundo eles (os mais velhos) : “Não! ao contrário, todos entendem q uma festa de casamento envolve muito dinheiro e que um casal no início da vida matrimonial não tem dinheiro, então é muito educado avisar que houve o casamento e que fomos lembrados e somos convidados a conhecer a residência. Nós nos sentimos muito felizes com isso!” .
    É bem estranho sim, eu concordo ! mas eu vou fazer isso… é o jeito que tive para convidar os mais chegados e deixar os nem tão chegados assim, mas q fazem parte da família, felizes.

    • Fernanda Floret, disse:

      Entendo a opinião de vocês, só queria complementar que eu compartilho da mesma opinião do comentário da Larissa Tita. O cartão de participação sempre existiu, é antigo, está em todos os livros de etiqueta, com certeza a maioria das avós e mães de vocês conhecem. De uns tempos para cá deixou de ser usado porque as pessoas foram reduzindo o costume de enviar cartas e comunicados por Correio, principalmente cartões pessoais. De forma alguma eu acho ofensivo receber um cartão de participação, afinal o objetivo de quem manda é compartilhar do seu novo status civil e oferecer a nova residência. Entendo que os costumes mudaram e que infelizmente muita gente não entenderia receber um cartão desses, mas quis expor aqui no blog sua existência porque em alguns casos ele é super pertinente sim (como nos exemplos que citei de mini wedding, ou casal que resolve se casar fora do país apenas com familiares íntimos presentes). Concordo também com a Carol Vilas Bôas, tudo depende de conhecer o seu público.
      Para Rebeca, não se trata de uma ideia nova, muito menos criada por mim, e nem questão de “trabalharem o nome”. Sempre existiu.
      Beijos e obrigada por todas as opiniões!

  5. Say I do, disse:

    Fe, acredita que comentei sobre isso agora?!?!?!?!

    Não acho bacana pessoas que fazem festa para 1000 pessoas e querem convidar mais 500 só para a Igreja! Seja educado e mande a participação depois!!!!!

    http://www.sayido.com.br

    Bjos

  6. Camila Bolivar, disse:

    Nossa achei super indelicado. Não iria gostar de receber um deste. Acho que fica melhor um telefonema um tempo depois comunicando ou mesmo deixar quieto…

  7. Rebeca, disse:

    Eu até acho uma idéia interessante, mas acho difícil de colar aqui no Brasil. Além disso, não gostei do nome com a expressão “participação”. Acho que alguém do marketing tem que trabalhar melhor essa diéia. Bjos

  8. Camila, disse:

    Quantas opiniões divergentes não é, rs! Na minha opinião, nem todos encarariam como um ato delicado e educado, ao contrário pensariam como a Marisa disse, “me casei e não te convidei”.
    Infelizmente!
    Um beijo,
    Camila

  9. Flávia Lourençao, disse:

    Nossa, ainda bem que teve gente que pensou como eu! Eu não curti nem um pouco a idéia….imagine só você recebendo um desses…parece uma esnobada, eu jamais faria isso!!!

    Acho que ninguém tem que ficar anunciando que casou, afinal quem é importante mesmo pra você já sabe, né?!

    E outra, como bem comentou a Rebeca, “participação” no que? Deveria chamar “Cartão de Não-Participação” hehehehe, brincadeirinha! :)

    Bjos

  10. Dri, disse:

    A idéia é boa, porém, nem todas as pessoas tem entendimento que casamento não dá para convidar todo mundo, por isso, prefiro deixar quieto e fingir que esqueci ou coisa assim ao dizer que lembrei e não chamei…
    Talvez se este fosse melhor elaborado com uma lembrancinha e dizer que o casamento foi íntimo (mesmo que nao tenha sido), ai dá até para pensar!

    Beijos

  11. Maria Antonia, disse:

    Eu achei super fofo! Aliás há duas semanas recebi um e achei bacana eles informarem o endereço, telefone, novos contatos!

    Acho bacana que, apesar de não convidarem para a cerimônia e festa, pensaram em nós de alguma forma! ;-)

  12. Carol Vilas Bôas, disse:

    Na verdade é uma questão de costumes e cultura. Acredito que a lista de convidados seja um dos picos mais estressantes na preparação de um casamento. Eu decidi fazer uma festa menor, com no máximo 100 convidados, mas seleciona-los é um grande desafio. Eu não faria este cartão, não por achar indelicado, mas porque as pessoas que o receberiam com certeza estranhariam. É uma questão de conhecer o seu público. Em se tratando de comportamento humano tudo é possível. Assim, para aqueles que eu não puder convidar, basta um telefonema e um convite para conhecer minha nova casa…

  13. nivia, disse:

    acho q isso serve bem pra quem casou só no civil. daí sim fica bacana. Ou senão destacar no convite casamento civil, daí a pessoa sabe q está somente sendo informada que houve a união do casal e não q houve uma festa e não foi convidada. Já que pelo q entendi a intenção é anunciar a união do casal.

  14. Fernanda Moraes, disse:

    Um assunto um tanto polêmico… não sei se eu faria, e também não sei se as pessoas ao receberem um “comunicado” desses entenderiam que não foram convidados devido ao custo que um casamento involve. As pessoas tem o péssimo habito de sempre ver o lado ruim e feio da situação, e é neste caso que ficaria indelicado!!
    De qualquer maneira a Samara da Scards é um a querida, estou fazendo meus convites de casamento e cartão de agradecimento com ela!!!
    bjos

  15. Vitória S., disse:

    Sinceramente, eu acho legal a ideia. Uma vez um casal de amigos do meu irmão e eles mandaram um desses.
    Mas era mais “informal”. Vinha escrito “CASAMOS! E queremos te convidar pra conhecer nossa nova casa!”. Embaixo vinha o novo telefone e endereço.
    Achei simpático.

    Todo mundo sabe que não dá pra convidar todo mundo pra festa, mas com algo assim, pelo menos a pessoa vai se sentir querida.
    Quer dizer, EU me sentiria assim, mas a gente sabe que tem gente que só fala mal. Desse povo, mesmo se for convidado pra festa, vai sair falando mal, então deixa fora da sua vida. hahahhahaha!

  16. Camila Ferraz, disse:

    Acho chato mesmo é ficar fazendo do casamento um segredo … é uma comemoração e todos sabem da dificuldade de convidar todos.. Adorei a ideia ;)

  17. Adriana Carolina Iwanczuk, disse:

    Oi gente ! Oi Fe!
    Acho que ñ tem muita funçao, a ñ ser lembrar aos convidados que ñ foram convidados, achei um pouco estranho.
    Aqui na Argentina tem uma tradiçao que me deixou meio “bolada” no princípio, mas é assim. As festas aqui se pagam por “cabeça” impreterivelmnte, entao ñ tem essa coisa do Brasil de chamar todo mundo e servir o que for possível. Todas as festas incluem menu com jantares extensos, entao as pessoas reduzem ao máximo o número de convidados isso significa que a vizinha, a amiga da tia, a fulaninha do curso ñ sao convidadas. Mas diante desta situaçao, algumas noivas convidam pra “participaçao” da cerimonia religiosa na igreja. Entao em alguns casórios onde trabalho é comum ver a novia me pedindo foto na saída da igreja com a vizinha da vovó e outros conhecidos que ñ sao tao chegados e sao convidados apenas pra presenciar a cerimonia. Tb achei estranho, mas é o tal negócio, cada lugar com a sua cultura.
    Em Israel , por exemplo, vc chama quem quiser pra festa que tb custa cara , mas na saída da festa cada família assina um cheque pelo valor dos que foram , tipo se tem 4 pessoas e eles calculam que por pessoa dá tantos dolares, o convidado deixa um cheque de acordo.
    Cada lugar tem seus códigos, ne?
    Beijos a todos.
    Adri

  18. Renata, disse:

    Acho bem válido retornar um costume antigo. Cabe ao pessoal mais jovem ir introduzindo os bons costumes e educação novamente nessa era digital. Uma dica é fazer também a versão digital para aqueles amigos mais informais. O comentário da Vitória com uma forma diferente de avisar é bem legal.

  19. Angelica Guillemond, disse:

    Eu acho o seguinte, se você vai postar no facebok, orkut, twitter, blog que casou os “não” convidados não irao ver da mesma maneira?? Não vão ficar sabendo do mesmo modo?? E acho que nesse caso o sentimento é pior ! Tipo : poxa posta foto na internet e nem chama!!! Acho o cartão muito mais educado!
    E não venham me falar que vão guardar segredo q ninguem precisa ficar sabendo pq a gente coloca sim em TODAS as redes sociais … Mal de noiva feliz!! :D hehehehe

  20. Lara, disse:

    Acho a ideia muito legal.
    Acredito que cai muito bem para os mini casamentos. Talvez não seja legal pra quem faz uma festa para 450 convidados, aí sim dá margem pra pessoa pensar “casou e não me chamou”…
    Agora, casamento civil, mini casamentos, recepções mais intimas, fica legal. Você pode escrever “participam seu casamento, realizado dia tal, numa cerimonia intima e oferecem residencia”
    Daí fica bemm claro pq não convidou. Oferecer residência é algo muito carinhoso, pois, ninguem anda chamando qualquer pessoa pra visitar sua casa, então, nada de ficar chateado pq recebeu uma participação de casamento…

  21. Marisa, disse:

    Vi que talvez me expressei mal e as pessoas não entenderam o que quis dizer. Não quis falar que tem que convidar todo mundo para o casamento (que eu sou contra, acho que temos que convidar quem realmente é importante pra gente). Também não quis me referir a orçamentos, que não permitem convidar todo mundo (aliás, acho mini wedding o máximo e muito mais chique).
    Me referi ao cartão, que acho indelicado e sem sentido sim. Essa é minha opinião. As pessoas tem direito de ter opiniões diferentes. E respeitá-las também é uma questão de etiqueta e educação!

  22. Juliana Stefani, disse:

    Olá Fernanda , sou nova nesse mundo de noivas apesar de ter me formado em eventos na puc este ano , marque a data do meu casamento mes passado e agora estou desenvolvendo uma boutique de artesanato dedicada especialmente para nós noivas que queremos a nossa casa sempre linda e util !
    Quanto ao post creio que seja bacana sim mandar cartoes pós casamentos entretando nao para aqueles que nao foram convidados , acho uma grosseria , mas creio que seja possivel esperar um tempinho e convida-los com toda educaçao para ir tomar um drink ou algo do tipo em na casa nova !

    Beijaooo ;***

  23. Fabi- entrepaper, disse:

    Fê, fiz uma vez uma coisa fofa de participação, e achei muito simpático por parte da noiva, era o seguinte:
    Ela tinha um cargo importante em uma multinacional e ele publicitário, então imagina a quantidade de gente! O casamento foi para 100 pessoas, mas ela encomendou na MESMA semana, bem casados diferentes e a mais, com uma tag, escrito mais ou menos assim:
    que estava se casando aquela semana, que aquela pessoa era muito impostante para o casal, mas que infelizmente o local só comportava os familiares, por isso, um bem casado para cada um comemorar junto com eles e desejar coisas boas…

    Eu achei delicado da parte dela e as pessoas que receberam os docinhos também!

    Acho que é uma idéia fofa para esta participação…

    bjs

  24. Jane, disse:

    Fe, eu concordo com voce. Eu acho o cartao de participacao o cúmulo da elegancia, educacao e consideracao. Indelicado é quem recebe e fica “ofendidinho” porque nao foi convidado pros bebes, sem entender o quanto custa. O comentario da Larissa Tita resumiu TUDO o que eu penso a respeito.

    Como seu sempre digo: convidado brasileiro anda muito mal acostumado (e indelicado tambem)!
    Beijos!

  25. Alessandra, disse:

    Eu acho interessante, embora não creia que no Brasil, pelo menos para a maioria, essa pratica sejam bem vista. No meu caso, por se tratar de um mini wedding MESMO, com apenas 30 pessoas, faremos algo desse tipo.
    Realmente se fossemos convidar todo mundo, daria MUITA gente, e com todas as despesas normais do dia-a-dia, o custo do casamento e mais a compra de um apê novo (no nosso caso), definitvamente não vai dar pra convidar 300 pessoas…
    Fernanda, ao invês de mandar um cartão, eu pensei em escrever como se fosse uma cartinha à mão. Você acha que pode ser assim? Compro um papel/envelope bonitos e escrevemos.
    BJs

  26. Poliana Vanúcia, disse:

    Interesantíssimo não sabia e acho a ideia muito legal…

  27. Patricia, disse:

    Gente, isso não foi uma “idéia” do casal… isso é comum e muito fino.
    Afinal de contas, vocês ja pensaram na possibilidade desse casal não ter feito festa alguma, ter se casado apenas no civil ou alguma coisa do tipo.
    Casamento não quer dizer “festa” e sim que duas pessoas se uniram. Participar as pessoas disso é muito elegante!

  28. Giselle Machado, disse:

    Olá, eu li alguns comentários sobre o nome do convite não ser apropiado, mas para só pra esclarecer: esse “participação” aqui tem o sentido de “fazer saber; comunicar, informar” , ou seja, participar o fato do casamento, da união, aos que não estavam presentes.

    Eu acho desnecessário esconder q está casando, organizar um evento tão especial todo por debaixo dos panos… feio isso… não há nada errado em reduzir a lista, até msm porque todo mundo sabe que não é nada barato! Eu adoraria convidar todas as pessoas que eu conheço no mundo ( rsrsrs), mas eu não to casando sozinha, né.. tem os convidados do meu noivo, e ele tbm tem uma família gigante e muitos amigos! resultado: cortar, cortar, cortar!

    Eu gostei da ideia, é de muita delicadeza! E se alguém receber o convite e achar ruim, paciência! rsrsrs E nossa consciencia tranquila que agimos cordialmente^^

  29. Tatiana, disse:

    Meu casamento foi um mini wedding para 60 pessoas mais proximas. Nao escondi de ninguem que estava casando e acho que tenho o direito de convidar quem realmente eh importante pra nos dois. Isso nao quer dizer que nao gostamos dos que nao foram conviados, mas sim que a festa era uma coisa mais intima.

    Achei super legal que varias pessoas com quem trabalho e nao foram convidadas mesmo assim me deram presente e nao deixaram de demontrar o quanto estavam felizes pela nossa unaio. Logo depois do casamento mandamos um cartao de agradecimento pra esses queridas pessoas. Elas estavam super felizes pela nossa uniao e nao se sentiram ofendidas pela falta do convite… Isso tmb eh educacao.
    Nao moro no Brasil e as pessoas aqui (USA) tem um jeito diferente de ver as coisas que eu acho super legal.

    A ideia de mandar um cartao com o novo endereco e bem-casados ehlinda!!!!

  30. Joyce, disse:

    Olá meninas, Fe!!!

    Adorei ler todos esses comentários sobre o cartão de participação.
    E como na minha lista muitas pessoas queridas serão cortadas, acho a idéia muito boa, delicada e funcional.
    Como muitas pessoas já disseram, gente pra reclamar é o que não falta, mas como diz o ditado popular, e intenção é o que vale.
    O que cada um fará com meu carinho é impossível prever e com certeza uma opção de cada um!

    Beijinhos

  31. Ana Carvalho, disse:

    No meu caso, achei estranho isso por um motivo: minha casa só é frequentada por pessoas muito próximas/amigas, e, consequentemente, convidadas para o casamento… então, pra quê toda essa formalidade com pessoas distantes? Achei a idéia interessante apenas para quem vai casar no civil e/ou fará uma pequena comemoração (auqela que nem chega a ser um mini wedding, entende?)… bjos

  32. Dri, disse:

    Meninas,

    Realmente esse assunto é polemico, como é ruim ficar reduzindo a lista, até agora estou enroscada nisso! Acho que esconder que casou é pior do que não ser chamado, mas pensei em simplesmente ficar inerte, ou seja, não esconder que casou, mas sem justificar-se. Eu sou fã das regras de etiqueta, tenho diversos livros, mas como já disseram, o segredo é conhecer o publico e no meu caso, acho que não rola.
    Porém, adaptando acho que fica legal, gostei da idéia menos formal da Vitória S “casamos” e amei a dica da Fabi – entrepaper, pois convidarei somente os mais proximos na empresa.

    É isso, estou amadurecendo a idéia….

    Beijos

  33. Regimara, disse:

    Tenho uma pergunta.
    Vou me casar somente no civil, nao haverá festa.
    Mandarei convite de participação a todos os meus familiares e amigos, a pergunta é, seria deselegante mandar junto a lista de presente? hahaha =(

  34. Poliana, disse:

    Vou me casar e vai ser uma cerimona intima. Gostaria de mandar a participação do casamento usando somente os primeiros nomes dos noivos. Há algum problema? Parece ue os convites tem os nomes completos e não gostaria de colocar já que fiz opção de manter meu sobrenome.
    Abraço

  35. Evelyn, disse:

    Ótimo post e ótimo ler as opiniões das pessoas. Meu casamento vai ser pra poucas pessoas, e pensei em mandar um cartão desses pra alguns familiares mais distantes.

    Dado que muita gente jovem não gosta, acho que vou mandar só pra minhas tia-avós.

    Mas tenho uma dúvida, o casamento vai ser no Brasil mas moro nos EU, eu coloco meu endereço de lá no cartão?

    beijos

    • Fernanda Floret, disse:

      Evelyn, no cartão você coloca o endereço da sua residência. Se a residência é no exterior, coloque o endereço do exterior. Beijos

  36. Fe, disse:

    Meu casamento será só no civil e iremos oferecer um almoço aos pais, padrinhos e alguns amigos muito próximos (no max 50 pessoas). Minha mãe possui muitos irmãos (9) e todos tem filhos que já são casados e que também tem filhos… enfim familia grande (do lado do meu noivo a mesma coisa). Gostaria de saber se seria indelicado enviar um cartão de participação aos meus tios? já que vou me casa só no civil e pretendo oferecer o almoço aos pais e padrinhos?
    Gosto muito dos meus tios, mas convidar um e não convidar o outro seria complicado e para chamar todos sairia totalmente do nosso orçamento.
    O que acha?
    bjus
    Camy

  37. Roberta Lobo, disse:

    Fer, eu e o meu noivo estamos pensando em nos casar em Punta Cana, e presentear os nossos pais e irmãos com essa viagem!
    Um legitimo mini-wedding!Para 12 pessoas!!
    Pensei na possibilidade de mandar os cartões de participação, realmente não é indelicado??
    e outra pergunta, como ficaremos uns dias a mais na viagem de lua de mel, quando eu deveria mandar o convite? assim que voltar da lua de mel? ou deixar esquematizado para mandarem quando eu ainda estiver la??

    Desde já agradeço!

    • Fernanda Floret, disse:

      Oi Roberta, eu não acho o cartão de participação indelicado não, ainda mais neste caso de um mini wedding fora do país. Vocês podem enviar quando voltarem da lua de mel. Beijos!

  38. Aly, disse:

    Da mesma forma que aqui em SP, por exemplo, é indelicado incluir o mini-convite porque pode ser considerado um “vale-empada”, considero também indelicada a idéia de informar o casamento aos não-convidados por meio do cartão, pelo menos da forma como está na foto.

    Acho que não há necessidade de esconder o casório e que é bem bacana convidar as pessoas que não participaram da cerimônia para conhecer a casa nova.

    Mas, na minha opinião, da forma como está na foto, fica parecendo sim “Casei mas não te convidei”.

    Concordo com as meninas que sugeriram incluir detalhes como “em cerimônia íntima” etc.

    Ou seja, não sou contra avisar em si, mas acho que existem formas mais delicadas (a idéia do bem-casado é boa).

  39. Claudia Pinto, disse:

    Acho uma ÓTIMA ideia, e vejo pelo meu lado. O que os outros irão pensar é problema deles, se quiserem se ofender que se ofendam. Pior é deixar a pessoa no vácuo. Tipo “Casei, sim e daí?! Nem te avisei!” Vou fazer isso, imaginem: sou professora, meu noivo e eu temos familias grandes… Sem chance de convidar todos!

  40. Flaviana, disse:

    Concordo com algumas opiniões e discordo de outras. Porém, dependendo da ocasião, enviar um convite de participação é um gesto bastante polido e delicado. Para o meu casamento, eu elaborei um modelo menos formal, espero que possa ajudar algumas noivas que enfrentam o mesmo dilema que eu. Um beijo!

    Noiva e Noivo
    Informamos que no dia 01 de dezembro de 2012, realizaremos nosso casamento civil e gostaríamos de convidá-lo para conhecer nossa residência: Rua ….. Cidade …

  41. Liliane, disse:

    Oi Fê!! Meu noivo e eu optamos por casar apenas no civil,com um jantar apenas para os pais e irmãos, estou mesmo procurando algo diferente para comunicar as pessoas que gostamos, pois acredito que devemos uma “satisfação” as pessoas que nos são queridas,e sempretorceram por nós.Achei a ideia super bacana, só que penso em além do cartão, mandar uma espécie de lembrancinha junto, será que fica bom?!! bjos

  42. Juliana, disse:

    Tem este modelinho também:

    ————————————-
    Queridos,

    Comunicamos com muita alegria o nosso casamento, a realizar-se no dia (dia) de (mês) de (ano), as (hora), (local opcional), onde receberemos as bênçãos em cerimônia intima.

    Gostaríamos de contar com suas bençãos.

    Um grande abraço,

    (nome dos noivos centralizado)

    Finaliza com cidade, mês e ano do envio.
    —————————————

    Bjos

  43. Sabrina Pimenta, disse:

    Fernanda, quero saber se ficaria bem mandar junto com o cartao de participação uma caixinha com bem casados, como um mimo para a familia, pois meu casório será um “micro weedding” (serão convidados só os pais e irmãos, 10 pessoas.
    Obrigada desde já pela atenção!

    • Fernanda Floret, disse:

      Oi Sabrina, acho sim muito delicado de sua parte enviar junto uma caixinha de bem-casados! Beijos

  44. Amanda Thomaz Acosta, disse:

    Oi Fernanda!
    Estou amando seu site, esta sendo meu norte!!!
    Me casarei no civil no dia 31 de Maio, farei um coquetel somente para os Pais, irmãos e padrinhos, contudo, enviarei um Cartão dos Pais participando nossa União Civil aos famíliares e amigos juntamente um ímam Save the date, uma vez que, casarei no religioso em Abril de 2014. Meu questionamento é se coloco o nome de minha Mãe e ao lado (in memoriam) pois infelizmente ela já faleceu. Fico no aguardo de sua opinião! Desde já muiiito obrigada!

  45. Ana Beatriz, disse:

    Não me ofendo quando recebo uma participação e, quando recebo, mando um presente. É uma questão de entender as pessoas com seus problemas e limitações. Me sinto honrada de ter sido comunicada.

  46. Ju, disse:

    Gente! Li toooodas as duvidas, respostas, comentários aqui escritos. Achei o máximo o “dialogo” entre as pessoas. Estou na duvida se envio ou nao o cartão de participação, mas confesso q tais opiniões diversas me fez refletir muitos tipos de sensações q as pessoas podem vir a ter com o recebimento ou nao do referido cartão. Abraço a todos!!!

  47. Luciana, disse:

    Olá Pessoal!
    Com tantas opiniões distintas, o que parecia certo agora se tornou uma grande dúvida.
    Vou me casar apenas no civil, e convidar tão somente a família mesmo, mais ninguém. Achei uma forma delicada de participar as pessoas deste momento tão importante.. Pensei até em mandar junto um bem-casado. Mas já não sei mais como agir. Me caso o mês que vem. Me ajudem!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>